quinta-feira, 21 de junho de 2007

Assim o ser surta

Eu vivo dizendo que tudo é psicossomático, que a gente mesmo é que fabrica as próprias doenças com os nossos pensamentos e a nossa forma de encarar os dilemas da vida. Há aquelas doencinhas oportunistas, que arrasam com a gente nos momentos mais sensíveis, em que nossa imunidade está baixa, há aquelas que a gente desenvolve porque não fala o que tem vontade, aquelas que a gente tem porque não pode sentir as coisas na hora certa e uma infinidade de outras efermidades que chegam por nossa única e exclusiva culpa.

Mas acontece que somos humanos, somos assim. Não fique se martirizando porque se não, mais uma doença é criada, só pela culpa sentida por ter criado uma doença. Outra coisa: não é só porque, de repente, as fichas caíram e você se conscientizou de que o que você tem foi criado por você, que os seus sintomas desaparecerão e você estará curado. A doença é psicossomática e não imaginária. Você cria, de verdade. Ela existe, de verdade. E curar dá um trabalhão danado.

Então, querido, muito cuidado com as doenças que você cria. Procure manter a mente no lugar, o corpo saudável, as emoções em dia e todas as áreas da vida em equilíbrio. É melhor prevenir do que remediar.

10 comentários:

Si disse...

A mente quieta, a coluna ereta e o coração tranquilo...

K disse...

Nem me fale...
Será que existe RPG emocional?
Tô "precisada"!
Rsrsrsrs.

Isadora A. disse...

ai deus... pior que é verdade.
:(

Fernando Borges de Moraes disse...

De fato, não é frescura. A doença psicossomática existe mesmo e é fruto, normalmente, de situações de impasse do ponto de vista egóico. Não apenas as situações ruins, mas também as muito boas podem influenciar na gênese da doença, basta que o sujeito não dê conta de simbolizar o que está ocorrendo. E isso é muito comum (vide, v.g., Freud em "Os arruinados pelo êxito"). Bjs.

Tathy disse...

Eu acho que algumas vezes a gente quer preencher um vazio com alguma coisa, qualquer coisa. E acaba criando uma doenca para isso. Tem que curar o corpo e a alma. bjs

Lena disse...

e quando mais que criar inconscientemente, a gente procura a doença com as com próprias mãos consciente de que está fazendo isso???

Si disse...

Rê acabei de assistir o "The Secret", vc já assistiu? "seu desejo é uma ordem"...

Lena disse...

Si, eu nem sei quem é você,
mas eu comprei o DVD e comprei o livro.
Realmente são fodas, mas na prática é um pouco difícil aplicar... eu tento, mas de vez em quando fraquejo!

Lilianne disse...

Realmente! Prinxipalmente quando uma dona de casa fica estressada por causa de tanto trabalho, por causa da ajudante dela ter engravidado e a filha mais velha não poder ajudar porque pegou virose do cunhado, o qual passava a maior parte do tempo em casa e a irmã vive com ele maritalmente.
Um abraço.

Simone Iwasso disse...

dou a hipocondríaca mais psicossomática que conheço! hehehehe